Dicas para escolher a creche para o seu bebê

Dicas para escolher a creche para o seu bebê

As creches são fundamentais para que as mães possam trabalhar, contando com um espaço que possui estrutura e confiança para deixar os seus filhos com profissionais responsáveis. Entre creches públicas e os maternais privados, no entanto, existe uma série de opções que podem deixar as mamães confusas. Você sabe quais fatores analisar no momento de escolher uma creche? Neste artigo, oferecemos cinco dicas essenciais para que você possa matricular o seu filho na melhor creche e não sofrer com as consequências de uma escolha ruim. Acompanhe.

1- Entre em contato com outras mães.

Talvez essa seja uma das melhores formas de saber se o lugar realmente é de confiança. Tem alguma creche em vista? Provavelmente ela está localizada nas proximidades de sua residência, então, entre em contato com outras mães que matricularam o seu filho nessa creche e faça perguntas sobre os profissionais, a estrutura e tire todas as suas dúvidas em relação ao lugar. As próprias mães são as pessoas com a maior capacidade de informar se a creche é de confiança ou não.

2- Conheça a estrutura da creche de forma completa.

É isso mesmo. Peça para conhecer as acomodações da creche, os berçários, o local onde as comidas são preparadas e muito mais. Dessa forma, você pode avaliar se considera o local pertinente para a estadia confortável e segura do seu filho. Também é válido ter uma breve conversa com os profissionais que atuam na creche, pois assim eles podem oferecer maiores informações sobre os métodos utilizados na educação e estadia da criança.

3- Privilegie as creches próximas à sua casa.

Você terá de levar o pequeno todos os dias até a creche. Então, o ideal é que o lugar esteja instalado perto da sua residência, facilitando na mobilidade e fazendo com que você ganhe tempo, já que é comum as mães terem uma vida corrida. Além disso, quando a creche fica por perto, caso o seu filho precise de um “socorro”, o procedimento será muito mais fácil.

4- Analise os recursos que a creche oferece.

Mesmo a presença dos pediatras não sendo uma lei em relação às estruturas de creches, existem muitos centros que dispõem desta vantagem. Os médicos pediatras são bastante importantes nessa situação, pois são os responsáveis pela saúde dos pequenos e para a prevenção contra doenças, que são muito mais comuns nesses ambientes, já que há grande quantidade de bebês e crianças.

5- Cada sala deve ter quantas crianças?

No caso dos bebês, as salas devem suportar, no máximo, até oito crianças, já que os bebês precisam de mais atenção e, portanto, de um número maior de educadores e profissionais atentos. Já para os pequenos com idade até dois anos, um bom número equivale a, no máximo, 20 crianças por sala, enquanto os pequenos com idade superior aos dois anos podem ficar em salas com até 25 crianças. Todos esses números são fornecidos levando em conta a acomodação, atenção dos profissionais e conforto das crianças. Não deixe de obter essas informações com os responsáveis pela creche.

6- Converse com seu filho.

Se ele já tiver 1 aninho ou mais converse com ele dizendo que sempre que o ama, voltará para busca-lo, e que ali ele poderá brincar assim como ele brinca no quarto dele. E que terá um monte de amigos.



Promoções com Até 40% de Desconto

Promoções
@
produtos_rodape, produtos_lateral