Quarto compartilhado ou quarto individual para as crianças?

Quarto compartilhado ou quarto individual para as crianças?

Tornar-se pai e mãe é uma grande responsabilidade na vida de qualquer pessoa, já que é nessa hora que nos vemos responsáveis pela vida de alguém, que nos colocamos constantemente à prova. As dúvidas são tantas que, muitas vezes, temos medo de errar na hora de tomarmos qualquer decisão. Uma das dúvidas que mais permeia o imaginário dos pais está no fato de fazer com que os irmãos compartilhem ou não um único quarto.

Antes de responder a essa questão, é preciso entender algumas particularidades em relação aos filhos e aos quartos disponíveis – isso, porque é normal que os pais costumem deixar os filhos juntos quando eles são pequenos.

Meninos x meninas

A primeira coisa a se pensar na hora de fazer os filhos compartilharem o quarto está no fato de serem ambos do mesmo sexo. Quando crianças, eles não costumam reclamar muito ou se incomodar, mas quando chegam à adolescência, cada um começa a clamar por sua privacidade. 

O ideal nesse caso é que cada filho tenha seu próprio quarto e que sejam colocados juntos apenas se os dois quiserem e pedirem, ou porque um tem medo de dormir sozinho, ou porque são muito unidos.

Diferença de idade

Outro ponto que deve ser observado bem pelos pais é a diferença de idade entre os irmãos. Se ela for maior de cinco anos, o ideal é que os filhos fiquem juntos até o mais velho chegar a adolescência. 

É importante também que os pais expliquem para o filho mais velho o motivo de ele ter que dividir o quarto com seu irmão/irmã, e que faça com que ele participe da organização nova do quarto dando palpites e opiniões sobre decoração e disposição dos móveis.

Conforme vão ficando mais velhos, é importante que os pais pensem se é possível que cada um tenha seu próprio quarto para que, assim, consigam imprimir suas personalidades e horários sem que precise haver briga e discussões desnecessárias. Caso isso não seja possível, a divisão deve ser feita com a ajuda de biombos e divisórias, fazendo assim com que cada filho tenha seu próprio espaço e não se sinta invadido pelo irmão na hora de decorar o quarto, ler um livro ou assistir a um filme que não é do gosto dos dois.

Vantagens de se dividir o quarto com os irmãos 

Quando os irmãos compartilham o quarto, eles têm mais tempo para dialogar e, por esse, motivo aprendem um com o outro a respeitar os espaços individuais de cada um, além de criarem uma relação de parceria e amizade mais intensa do que a dos irmãos que dormem separados.

Quando as idades são diferentes, é normal que o filho mais novo se espelhe no mais velho e, na hora de dividir o quarto, esse pode ser um ponto positivo. Isso acontece porque o caçula irá desenvolver de forma mais rápida e natural seu senso de responsabilidade. 

Por isso, antes de colocar os filhos juntos em um mesmo quarto, converse com eles e saiba se você terá mais dor de cabeça do que facilidade na hora de fazer com que ambos dividam o mesmo espaço. Se houver apenas um quarto, dialogue sempre e, caso eles possam ficar separados, veja o que os filhos preferem e deixe claro que eles podem, cada um, ter o próprio espaço.



Promoções com Até 40% de Desconto

Promoções
@
Google+